As empresas familiares portuguesas são as segundas mais optimistas e confiantes da Europa relativamente ao sucesso do seu negócio e da economia nos próximos 12 meses.

A conclusão é do Barómetro Europeu de Empresas Familiares da consultora KPMG e foi apresentada esta quarta-feira em Serralves, no Porto, numa conferência realizada em parceria com o Jornal Expresso.

De acordo com este inquérito, o país mais optimista é a Irlanda, onde 91% das empresas familiares inquiridas disseram estar confiantes em relação aos seus negócios. Portugal surge logo a seguir, com 78% dos inquiridos a mostrar esse mesmo optimismo, e é seguido pela Holanda, com 67% de respostas muito positivas sobre o futuro.

Estes países revelam ainda um optimismo acima da média Europeia em que 62% das empresas familiares disse estar confiante ou muito confiante de que os negócios vão correr bem.

 

Fonte: KPMG Barómetro Europeu de Empresas Familiares