Das 179 empresas certificadas pelo Programa Tech Visa, 100 já emitiram termos de responsabilidade para contratar 695 trabalhadores estrangeiros.

Mais de 700 quadros estrangeiros viram até agora os respectivos processos de entrada e residência em Portugal aprovados no âmbito dos programas Tech Visa e StartUp Visa, destinados a atrair empresários e trabalhadores qualificados.

O programa Tech Visa tem por objectivo a certificação de empresas de forma a facilitar a contratação de trabalhadores estrangeiros, enquanto o StartUp Visa, lançado no início de 2018, se propõe captar empreendedores estrangeiros que queiram alargar a sua actividade a Portugal ou pretendam criar empresas no país associadas a incubadoras.

(O que é o Tech Visa?)

Apesar do Programa Tech Visa ter sido inicialmente criado com o foco em empresas com base tecnológica, a verdade é que o Programa sofreu alterações ao longo do tempo e actualmente já tem um âmbito mais abrangente. Ainda assim, 93% das empresas certificadas estão ligadas ao universo das tecnologias de informação.

As empresas certificadas que mais termos de responsabilidade emitiram desenvolvem actividades de consultoria em informática (57), programação informática (36) e outras relacionadas com tecnologias de informação e informática (20).

A média de idades desses 695 trabalhadores estrangeiros é de 32 anos.

No que se refere ao StartUp Visa, o Governo diz terem sido emitidos até ao final de Outubro 63 vistos de entrada e 35 autorizações de residência, sendo o Brasil, a Rússia e o Irão “os principais países de origem desses empresários estrangeiros altamente qualificados”.

(O que é o StartUp Visa?)

 

Fontes: Publico | Eco.Sapo | Noticias ao Minuto